No mês passado na cidade de Ichu, um mico foi encontrado morto no Povoado de Praianos. O animal foi levado para exames no laboratório LACEN em Salvador. E nesta quarta-feira (10), a Secretaria Municipal de Saúde informou que os exames deram positivo para febre amarela.

Após o animal ser encontrado a Secretaria de Saúde enviou uma equipe de agentes de endemias para fazer o bloqueio na área onde o mico foi localizado e o cartão de vacina dos moradores foi verificado de maneira preventiva.

Por conta desta confirmação, a vacinação contra a febre amarela será intensificada em todo município, bem como o combate ao mosquito Aedes Aegypti.

A Secretária de saúde Nailana Silva, afirma que a situação está sob controle e não há motivos para pânico na população, pois o caso registrado foi o único no município, não atingindo humanos. Adultos que já foram vacinados contra a febre amarela estão imunes, não existindo necessidade de reforço. Menores de 5 anos que nunca receberam a vacina poder ser imunizadas a partir dos 9 meses.

Recomendações do Ministério da Saúde

As principais medidas de prevenção para humanos, recomendadas pelo Ministério da Saúde, incluem a vacinação e o controle da proliferação dos mosquitos vetores. A orientação é que as pessoas que vivem em áreas de recomendação ou vão viajar para regiões silvestres, rurais ou de mata dentro dessas áreas, devem se imunizar com duas doses da vacina ao longo da vida.

O controle da febre amarela em área urbana também passa pelo trabalho de preservação dos habitats dos primatas não humanos silvestres. Desflorestar ou matar macacos não impede a circulação do vírus da febre amarela, podendo ainda eliminar o papel de “sentinela” dos primatas e, portanto, essa sua valiosa e insubstituível contribuição para a saúde pública.

Informações: Al Notícias e Ministério da Saúde

Foto: Ilustrativa