Hoje é Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, na Bahia pelo menos três crianças ou adolescentes são vítimas de abuso sexual diariamente. Segundo dados do Disque Denúncia, que é vinculado à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, em 2016, a Bahia teve 1.187 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes sendo 354 em Salvador.

Desse total, cerca de 83% são de abuso sexual, o restante foram casos de exploração sexual. Na Delegacia de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente em Salvador recebe entre um e dois novos casos de abuso sexual infantil todos os dias.

Para chamar atenção para o problema, o Ministério Público do Estado (MP-BA) lança, hoje, a campanha “Existem fantasmas que não vão embora com a infância”. O lançamento acontece em um seminário sobre o tema, a partir das 8h30, na sede do órgão, em Nazaré.

Segundo a promotora Márcia Guedes, coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Crinça e do Adolescente do MP (Caoca),  a campanha é anual, mas, este ano, terá uma discussão diferente. Com a aprovação da Lei Federal 13.431/2017, no mês passado, agora os estados e os municípios têm o prazo de um ano para estruturar um sistema de atendimento integrado às crianças e adolescentes vítimas de violência sexual.

Informações: Correio

Foto: Reprodução