O corpo do cantor, apresentador e radialista Kid Vinil , que morreu na tarde de sexta-feira (19) em São Paulo, foi enterrado no Cemitério Vila Mariana, na Zona Sul da cidade, na tarde deste sábado (20).

Mais cedo, ele foi velado no salão nobre Waldemar Lopes Ferraz, conhecido como Salão dos Espelhos, na Assembleia Legislativa.

Kid Vinil morreu depois de passar mais de um mês internado. Ele passou mal depois de um show em Conselheiro Lafaiete (MG), e foi levado a um centro médico da cidade.

Depois, foi transferido de helicóptero para o Hospital da Luz, na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo. Em seguida, foi para o Hospital TotalCor, onde morreu. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do TotalCor.

Kid Vinil era diabético e sofreu uma parada cardíaca no dia 16 de abril. Ele chegou a ser colocado em coma induzido.

Antes de passar mal, Kid Vinil cantava com outros artistas dos anos 1980, como Kiko Zambianchi e Ritchie, em um clube de Conselheiro Lafaiete. Nos últimos dias, amigos afirmaram nas redes sociais que o quadro do cantor tinha se agravado e pediram orações por sua recuperação.

Fonte: G1

Foto: Divulgação