Aconteceu na manhã desta quinta-feira, 07, feriado da Independência do Brasil o 24º “Grito dos Excluídos” em Riachão do Jacuípe. A concentração iniciou por volta das 08h da manhã em frente ao Posto de Saúde do bairro do Ranchinho e em seguida os manifestantes percorreram ruas da cidade entoando gritos contra aos descasos públicos.

O pároco de Riachão, Padre Wesdras, argumenta que o Grito acontece em todo o Brasil, e que Riachão do Jacuípe, foi uma das primeiras cidades no Brasil a realizar o ato, que este ano apresenta o tema “Luta e Democracia”. Ainda segundo o padre, é importante o povo despertar e lutar pelos seu direitos. “Hoje no dia da independência, temos que cobrar mais saúde, mais educação, e principalmente aqueles que vivem excluídos sem acesso moradia e atenção”, ressalta o padre.

O ato aconteceu de maneira pacifica, e os participantes aproveitaram para falar sobre as reformas impostas pelo governo, e o atual cenário político do país. Por fim encerrou na Praça da Matriz com apresentações culturais.

Foto: Rodrigo Nascimento