A apresentadora Eliana engravidou do seu segundo filho em setembro do ano passado, mas acabou sofrendo um aborto espontâneo quando completou dois meses de gestação. Em entrevista a revista Contigo, Eliana comentou que já estava planejando a segunda gravidez com o seu atual companheiro, o diretor Adriano Ricco.

“Essa gravidez foi muito desejada desde sempre. O Adriano ainda não era pai e eu, muito feliz por já ser mãe, sabia que se fosse para ter mais um, deveria ser logo, pois já tinha cruzado a linha dos 40. Então, no ano passado, conversamos, planejamos, engravidei e comemoramos muito. A alegria, porém, acabou no segundo mês. No início de novembro tive um aborto espontâneo. Além da família e dos muito íntimos, ninguém soube nem da euforia e nem da tristeza que vivemos, do desabar dos sonhos”, disse a apresentadora.

Meses depois, Eliana engravidou novamente e anunciou que estava esperando uma menina. Porém, a loira passou por mais um momento complicado. Em março, a comunicadora precisou fazer uma cirurgia bastante delicada, após ter um deslocamento de placenta. Eliana se afastou do trabalho em maio para se dedicar inteiramente a gravidez, que já está em seu nono mês. Manuela, como vai se chamar, já é considerada uma guerreira pela mamãe.

“Eu sofri com a recuperação, mas só pensava na bebê. Deu tudo certo. A Manuela foi uma guerreira. Hoje tenho apenas a lembrança deste momento bastante tenso e as cinco cicatrizes das pequenas incisões na barriga por onde passaram as ‘pinças do robô'”, pontuou.