O Bahia tentará se afastar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e ainda se reabilitar da derrota em casa na rodada passada – para o Botafogo – nesta segunda-feira, 11, às 20 horas, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia, diante do Atlético Goianiense, lanterna da competição, em jogo que encerrará a 23.ª rodada do Nacional.

Após um início animador com a goleada por 6 a 2 sobre o Atlético Paranaense na estreia do Brasileirão, a equipe tricolor baiana – que se reforçou bastante para a temporada – oscilou muito e não conseguiu engrenar uma sequência que lhe colocasse em uma posição confortável na tabela de classificação. Com 26 pontos, o time luta para se manter na Série A em 2018.

Durante a semana, integrantes da principal torcida organizada do clube – Bamor – se reuniram com atletas e membros da comissão técnica para cobrar melhores resultados. O encontro ocorreu no centro de treinamento do Bahia, em Salvador. Os torcedores exigiram, em texto publicado em uma rede social, “trabalho árduo e contínuo, aliado à raça dentro de campo”.

Pressionado, o Bahia tem a missão de superar o time rubro-negro goiano dentro de seus domínios. Para tanto, o técnico Preto Casagrande terá os retornos de três jogadores importantes no seu esquema. São eles os atacantes Hernane, Edigar Junio e o meia argentino Allione, todos lesionados, que foram relacionados pelo treinador e poderão entrar durante a partida.

O desfalque do time será o zagueiro Tiago, também contundido, que deverá ser substituído por Rodrigo Becão. Já o recém-contratado defensor Thiago Martins, ex-Palmeiras, também viajou para Goiânia, mas deverá ser apenas opção no banco de reservas.

A delegação do Bahia viajou no último sábado para Goiânia. O grupo treinou neste domingo no CT da Serrinha, pertencente ao Goiás, para finalizar a preparação com vistas ao duelo.