Antonio Joilson Carneiro Rios

O prefeito do município de Pé de Serra Antônio Joilson cancelou todos os contratos temporários celebrados pela gestão através do decreto número 169, publicado no diário oficial da prefeitura nessa terça-feira, 19, após receber uma notificação do Ministério Público Estadual.

De acordo o decreto municipal, a 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Riachão do Jacuípe, instaurou o Inquérito Civil nº. 720.9.170325/2017 para investigar a existência de contratos de trabalhos por força da denúncia apresentada por 02 vereadores do município.

Além disso, o Ministério Público do Estado da Bahia, por intermédio da 3ª Promotoria e o município de Pé de Serra, assinaram o termo de ajuste de conduta nº. 001/2017, o qual o município assumiu o compromisso de apresentar o quantitativo de vagas a serem oferecidas no concurso público, bem como de dar ciência a Empresa Instituto de Estudos, Pesquisa Desenvolvimento Municipal – IEPDM, com vista à retomada da realização do concurso público.

O prefeito se manifestou sofre o fato através de publicação nas suas redes sociais.

“Com a consciência tranquila de quem cumpri todas as determinações impostas pela Lei, assinei hoje o decreto que rescindi o vínculo com todos servidores temporários do município. Agradeço a cada servidor que colaborou com o serviço público de nosso município. Continuarei trabalhando com a dedicação e a seriedade de sempre na certeza de que com o apoio de cada um de vocês construiremos juntos a Pé de Serra que sempre sonhamos”, afirmou Antônio Joilson.