O apoio de membros do grupo de oposição e situação em Riachão do Jacuípe para o candidato a deputado estadual Diego Coronel (PSD), filho do presidente da Assembleia Legislativa, Ângelo Coronel (PSD), mostra fragilidade nos dois lados. Quatro figuras importantes, dois de cada grupo, não seguem a orientação de seus líderes.

Do grupo do atual prefeito, José Ramiro Filho (PSD), o Zé Filho, estão Esaú Silva (Rede) e Dr. Francisco Tadeu (PT). Na oposição, o vereador Antonio Walter Carneiro (PSC), o Toninho da CTI e o ex-vereador Francisco Xavier (DEM). Os quatro assumem a coordenação da campanha de Diego Coronel em Riachão do Jacuípe.

A presença de Diego Coronel deve estar causando mal estar nos dois grupos, já que o deputado estadual da oposição é Reinaldo Braga (PR) e o prefeito deve apoiar Mirela Macedo, de seu partido, o PSD.

“Estamos pensando numa conjuntura maior, tendo em vista a provável eleição de Coronel para o Senado. Precisaremos de atores políticos com mais força para recuperar projetos como a UFNB, a revitalização do Rio Jacuípe e da lavoura do Sisal”, afirmou Dr. Francisco Tadeu (foto).

Mesmo com essa divergência nos dois grupos, os liderados seguiram a orientação para deputado federal. Os dois da oposição devem apoiar Paulo Azi (DEM). O candidato do prefeito será Otto Filho (PSD).

A formação desse novo grupo pode ser considerado também como uma prévia para as eleições de 2020. Se mostrarem força nas urnas neste pleito, podem brigar por uma vaga na chapa majoritária das eleições municipais.

Por Filipe Oliveira