Foto: Arquivo Jacuípe News

Após a divulgação da lista de municípios baianos, incluindo Riachão, que tiveram Unidades de Saúde da Família descredenciadas pelo Ministério da Saúde por não realizarem o cadastro no prazo, a secretária de saúde de Riachão do Jacuípe falou em entrevista ao Programa Jacuípe News desta quinta-feira,05, na Gazeta FM, que o município não terá nenhum prejuízo com esse descredenciamento.

De acordo com a secretária, às onze equipes de saúde da família que hoje estão habilitadas, atendem totalmente a demanda. “São cinco equipes na sede e seis na zona rural, elas não perderão recurso e nenhuma delas foram descredenciadas, não houve nenhuma perda de recurso, o que aconteceu foi o descredenciamento de equipes que não foram habilitadas pelo município, por não termos necessidade no momento”, disse.

Juliana ainda enfatizou, que a criação de novas equipes onera município, já que o valor repassado pelo Ministério da Saúde é R$ 128.340,00 por ano, e o estado R$ 18.000,00 para o mesmo período para cada unidade, porém mensalmente o valor investido pelo município ultrapassa os R$ 20 mil reais.

Redação Jacuípe News